Alba Romá / Pixabay

A gravidez é um momento único na vida de um casal. Assim que existe a confirmação de gestação, o casal experiencia uma nova realidade e começa a criar vínculos afectivos profundos que vão perdurar no tempo. Esta realidade acentua-se quando as mães começam a sentir os movimentos do bebé na barriga, a partir da 25ª semana de gestação.

Os especialistas acreditam que, nesta fase da gestação, o bebé já consegue ouvir o que se passa no mundo exterior, sentindo, inclusive, os movimentos e toques na barriga. Assim, após os primeiros quatro/cinco meses de gravidez acredita-se que o bebé consegue apreender o mundo das mais variadas formas, “sentindo” e reagindo aos mimos na barriga, ouvindo sons, como a voz da mãe, assim como treina a visão, uma vez que é nesta altura que começa a abrir e a fechar os olhos. Começa também a brincar com o cordão umbilical e inicia-se a experiência de sabores, cada vez que abre e fecha a boca.

Nesta fase do seu crescimento, as sinapses (impulsos neurais) enviam informações para o cérebro do bebé, pelo que além de estar a crescer, está já a aprender. É por volta das 25 semanas que os especialistas aconselham os futuros pais a aprender diferentes formas de interagir com o bebé, sabendo de antemão que estes estímulos fazem toda a diferença depois de a criança nascer e ajudam à vivência de uma gravidez mais tranquila.

Por esta razão, deixamos-lhe uma lista de estímulos e interacções que os pais podem colocar em prática para começar, desde já, a criar laços com o filho e fornecer-lhe as melhores “ferramentas” para a sua chegada ao mundo exterior.

Cantar para o bebé

Os especialistas acreditam que se a mãe cantar para o bebé durante a fase de gestação, tal terá influência na sua relação com a criança, até porque, após o nascimento e por reconhecer a voz da mãe, esta será uma actividade que vai ajudar a tranquilizar e a adormecer o bebé.

Ouvir música

Praticar esta actividade acalma emocionalmente a gestante e, consequentemente, influencia o estado de espírito do bebé.

Acariciar a barriga

A barriga de grávida exige muita hidratação, pois a pele está sujeita a uma enorme pressão. Assim, é recomendável uma hidratação regular, até porque o bebé vai sentir os movimentos e beneficiar dos mesmos. Por outro lado, ao destapar a barriga estará a ajudar o bebé a perceber a diferença entre a luminosidade e a escuridão, o que, claramente, irá influenciar o desenvolvimento da sua visão.

Conversar… muito!

A comunicação fortalece o vínculo entre mãe e filho, assim como estimula o desenvolvimento dos sentidos do bebé. Na verdade, estudos indicam que, ainda no útero, o bebé reconhece a voz da mãe, a do pai, dos irmãos mais velhos e pessoas mais próximas. Depois de nascer, a criança sente uma maior segurança, uma vez que está já acostumada a estas vozes, assim como aos sons mais frequentes de uma casa de família, como, por exemplo, a televisão.

Ler em voz alta

Escolha um livro infantil e leia em voz alta. Faça as entoações e confira emoção às diferentes personagens. O bebé vai estar atento, e se tiver um irmão mais velho que já saiba ler é uma excelente forma de criar um momento de ligação entre todos.

Dormir bem

Uma boa noite de sono não só repõe as energias da mãe, como ajuda a que o bebé se desenvolva fisicamente.

Texto da autoria de Sandra M. Pinto publicado na edição impressa Kids Marketeer nº9