A nossa vida e rotina mudaram completamente. Tempo que antes estava reservado para actividades ao ar livre e passeios, é agora passado em casa. E se para os adultos é difícil, imagine-se para as crianças. Mas quem disse que, entre quatro paredes, não nos podemos divertir e ocupar com actividades criativas que elevam o espírito de toda a família. Deixamos-lhe aqui algumas sugestões para colocar em prática.

Leitura e escrita

Sessões de leitura

Os livros são recomendáveis a todas as faixas etárias pelo seu papel importante no desenvolvimento da criança. Estimulam a linguagem, criatividade e o pensamento abstracto. Por isso nada melhor do que promover sessões de leitura em família com livros adequados à faixa etária do mais pequeno. Ah, e se o petiz ainda não souber ler, não se preocupe, as ilustrações, texturas e sons dos livros vão promover o desenvolvimento.

Livro de receitas

É inegável que toda a família passa parte o seu tempo na cozinha. Porque não aproveitar e criar um livro de receitas da família com os pratos que confeccionam em conjunto? Até podem dar nomes aos pratos confeccionados que homenageiem um elemento da família, como por exemplo “bife grelhado à moda do pai” ou “tosta-maravilha da mãe”.

Jornal de família

E que tal criar um jornal com os principais acontecimentos familiares? Para facilitar a tarefa, basta que o jornal tenha apenas uma página e seja semanal. Desafie as crianças a dar um nome ao jornal, a escolher a manchete (o acontecimento mais importante da semana) e a seleccionar as outras notícias. Depois peça-lhes para escreverem as notícias na página do jornal e pendurar este numa parede de casa. Mais: tire fotografias e partilhe as vossas notícias com a restante família.

Contar histórias

Neste desafio é suposto que cada elemento da família conte uma história do que está a ver naquele momento em apenas seis palavras. Algo como “camisola da mãe é um arco-íris” ou “cabelo do pai está a cantar”. A diversão está garantida até porque a imaginação não tem limites.

Jogos de linguagem

Palavra puxa palavra

Aqui comece por estabelecer qual a ordem de participação dos jogadores, como por exemplo, seguir o sentido dos ponteiros do relógio. Para dar início ao jogo, basta que o primeiro jogador diga uma palavra à sua escolha, sendo que o jogador seguinte tem que dizer outra palavra que lhe pareça relacionada e assim sucessivamente. A ronda termina quando alguém diga uma palavra já referida ou não saiba como continuar. Então vamos a isso: “Céu”…

Jogo do abecedário

Toda a família preparada? Então vamos lá: começamos no “A” e acabamos no “Z”, dizendo o nome de um animal que comece por cada letra do abecedário. Damos uma ajuda para as três primeiras: Águia, Barata, Cão… Também podem utilizar o nome de países, cidades, objectos, entre muitos outros.

Brinquedos didácticos

Jogos de tabuleiro

Aconselhável para crianças a partir da idade escolar, este tipo de jogos envolve raciocínio lógico das regras, pensamento estratégico das jogadas e concentração. São exactamente estas aptidões que visam desenvolver. Esta é também uma actividade, na qual toda a família pode participar e divertir-se.

Jogos de construção

Estes jogos vão estimular a concentração e desenvolver o raciocínio, uma vez que permitem à criança fazer experiências através da dinâmica tentativa-erro, até os blocos encaixarem correctamente. Desenvolvem a motricidade fina e mostram à criança as suas capacidades. Têm ainda a vantagem de as crianças nunca se cansarem deste tipo de brinquedos… nem os adultos.

Puzzles

Além de existirem modelos adaptados a cada faixa etária, esta é uma actividade que consegue ocupar as crianças (e os adultos) por um bom período de tempo. Por outro lado, este tipo de desafio vai estimular a atenção e memória visual das crianças.

Expressão corporal e física

Jogos de mímica

Este tipo de jogos são uma das melhores opções para promover a expressão corporal das crianças. Peça à criança para pensar numa palavra (por exemplo, no nome de um animal) e que depois dê pistas, através da mímica para a restante família adivinhar a palavra em que a criança pensou.

Dança com a família

Este é um desafio para toda a família participar. Basta selecionarem uma música e depois, em conjunto, toda a família criar uma coreografia para essa música e dançarem. Não se esqueçam de ensaiar bem os passos e de preparar uma roupa especial para o dia de estreia do espectáculo. A estreia pode ser feita num serão durante o fim-de-semana e com transmissão online para a restante família.

Acompanhar os passos

Basta navegar até ao site do Just Dance Now, no computador ou smartphone e seguir todas as instruções para seleccionar uma música e entrar numa sala de dança. Depois é só acompanhar os passos dos bailarinos que estão no ecrã. Mais: se tiver o smartphone numa das mãos, o jogo avalia se está a dançar a coreografia como é suposto.

Na Internet

“Dá a Mão à Floresta”

Até ao final do mês de Abril, a plataforma “Dá a mão à Floresta” vai disponibilizar episódios de desenhos animados e vários concertos, especialmente dirigidos ao público infanto-juvenil. Todos os conteúdos podem ser visualizados site do projecto https://www.daamaoafloresta.pt/pt, nas redes sociais (Facebook e Instagram) e ainda no canal de Youtube.

“Cultura com C de Casa”

Na sua página do Facebook, a organização Visit Leiria está a transmitir concertos e outros espectáculos, de segunda a sexta-feira às 11h da manhã para os mais novos. A iniciativa dá pelo nome de “Cultura com C de Casa”.

Pavilhão do Conhecimento

No seu site, o Pavilhão do Conhecimento disponibiliza um conjunto amplo de actividades que as crianças podem fazer dentro de casa. As actividades abrangem todo o tipo de interesses, desde procurar e fotografar fósseis que estejam no lar, até treinar como um astronauta e ainda muitos desenhos para colorir e muitos programas de ciência para ouvir na rádio Zig Zag.

Sugerimos ainda que estabeleça um calendário, onde estas tarefas podem ter um dia e hora marcada, para serem realizadas e que de seguida o pendure num local, onde toda a família possa consultá-lo. De resto, desejamos-lhe o melhor divertimento do mundo… em sua casa.

Por Mónica Marques