Com o encerramento das escolas e a promoção de teletrabalho por parte das empresas, muitos pais portugueses estão agora a experienciar circunstâncias incrivelmente desafiadoras. Para ajudar todos os pais nesta situação, a empresa norte-americana de trabalho online FlexJobs, destaca nove dicas.

  1. Seja sincero quanto às expectativas.

É importante salientar ao empregador que os seus filhos estão em casa e que, por essa razão, o seu trabalho e as chamadas telefónicas não estão isentas de interrupções. O mesmo conselho para as crianças. Explique que apesar de toda a família estar em casa, este é um período em que tem de trabalhar.

  1. Babysitting virtual.

Combine com avós, tios, professores e amigos videochamadas para estes estarem um período de tempo com as crianças. Durante estas videochamadas e para manter as crianças ocupadas podem ser feitos jogos, concursos de canções ou dança, sessões de leitura, entre outras actividades. Tudo online.

  1. Planeie actividades que exijam o mínimo de supervisão.

Pode criar uma caixa com várias actividades como jogos, sopas de letras, puzzles, desenhos para pintar, etc. Também pode recorrer a aplicações de confiança para manter as crianças ocupadas. É importante ter uma alternativa preparada para quando a caixa de actividades se tornar desinteressante.

  1. Desenvolva uma agenda de actividades.

Crie um horário para as várias actividades. Faça coincidir as horas em que precisa de estar mais concentrado no trabalho com as actividades que as crianças mais gostam. Desta forma, conseguirá ser interrompido menos vezes.

  1. Faça turnos.

Se tanto o pai como a mãe estão em casa, considerem fazer turnos. Um dos progenitores toma conta das crianças durante a manhã enquanto o outro progenitor trabalha e vice-versa.

  1. Recompense o bom comportamento.

Estes são momentos em que é desejável manter a harmonia sempre que possível. Por isso, não hesite em ter um sistema de recompensa que pode ser utilizado sempre que as crianças se portem bem.

  1. Divida o trabalho.

Se tiver que fazer alguma tarefa que exija três a quatro horas para ser concretizada, avalie a possibilidade de esta tarefa ser dividida por partes a serem realizadas ao longo do dia. Ou seja, comece por fazer duas horas consecutivas, de seguida faça uma pausa e dê atenção aos seus filhos e por fim, retome a tarefa na fase em que ficou.

  1. Repense o tempo de ecrã.

Vale a pena considerar aumentar ligeiramente as horas que permite que o seu filho esteja em frente a um ecrã de televisor, tablet ou telemóvel. Assim, poderá ganhar algum tempo diário para si. Garanta também que o seu filho percebe que esse aumento de tempo com ecrãs é apenas temporário.

9. Seja criativo com o novo espaço de trabalho

Dentro de casa, tente encontrar um espaço para trabalhar com uma porta que possa ser fechada. A criação de limites físicos pode ajudar a reforçar a mensagem de que o pai/mãe estão a trabalhar e que as interrupções devem ser mínimas.