Victoria Borodinova / Pexels

Em época de confinamento social, muitos pais enfrentam o desafio de aliar o teletrabalho com as tarefas domésticas e cuidar dos mais pequenos. Uma desatenção momentânea pode dar origem a pequenos acidentes e por isso a Associação para a Promoção da Segurança Infantil (APSI) desenvolveu uma lista com um conjunto de recomendações para manter os mais pequenos em segurança dentro de casa.

Estas medidas são sobretudo destinadas a pais com filhos entre os 4 e 5 anos. Assim, recomenda a APSI:

  • Os pais devem assegurar-se de que todas as janelas e portas de acesso a varandas têm um limitador que não permita uma abertura superior a 9 cm. Esta abertura não só possibilita arejar a casa como impede a criança de ir para a janela/varanda;
  • Móveis, cadeiras ou brinquedos não devem ser esquecidos na varanda ou por baixo de janelas, para impedir que as crianças subam e debrucem-se;
  • Os adultos devem evitar transportar líquidos quentes (por exemplo, sopa) quando os mais pequenos estão por perto;
  • Os produtos de limpeza devem ser imediatamente guardados, em armários altos ou trancados, após a sua utilização;
  • Imediatamente após limpar a casa, o conteúdo dos baldes deve ser despejado;
  • Os pais devem assegurar-se de que todos os móveis estão bem presos às paredes;
  • A secagem de cabelo deve ser sempre feita no quarto e nunca na casa de banho;
  • A banheira ou poliban deve ter sempre um tapete antiderrapante;
  • As fichas eléctricas não devem ser sobrecarregadas com muitos aparelhos;
  • Se os filhos já tiverem idade para ajudar os pais nas tarefas domésticas, os progenitores devem aproveitar esta oportunidade para ensinar algumas regras de segurança como cortar alimentos com a lâmina afastada dos dedos ou fazer uma utilização dos pequenos electrodomésticos com as mãos bem secas.

Para o esclarecimento de mais dúvidas sobre segurança infantil, as famílias podem contactar a APSI através do email apsi@apsi.org.pt ou consultar as páginas da Associação no Facebook e Linkedin.